Gastronomia Extraordinária Além do Trivial - Seduc Intec
30/09/2019

Gastronomia Extraordinária Além do Trivial

Por: Donizete Oliveira

Alimentar-se sempre foi um hábito e uma necessidade comum a todas as espécies. Ao longo dos séculos, os povos e comunidades criaram e adaptaram a sua culinária de acordo com a cultura, tradições familiares, clima e disponibilidade de alimentos e especiarias.

Descobriu-se também várias maneiras de preparar bem os tipos de alimentos acrescentando a estes algumas especiarias que realçavam o sabor.

A Bela Gastronomia

A gastronomia é um dos ramos mais amplos e prestigiados de todos os tempos por abranger a culinária bem como as diversas características e elementos ligados a ela. Como profissão, ganhou destaque nos últimos anos, pelos aspectos:

  • a maior busca pela saúde e aumento da expectativa de vida, que tem são reflexo da alimentação;
  • a glamourização da boa comida com a difusão do conceito de “gourmet”;
  • o crescimento de segmentos alimentícios, de restaurantes até food trucks;
  • e pela ascensão e diversificação de livros e programas culinários, que hoje trazem uma diversidade de receitas para todos os paladares, sejam eles carnívoros ou veganos.

A humanidade fez o seu desenvolvimento, e a gastronomia como reflexo dessa cultura, teve sua curva dentro dessas evoluções políticas e sociais bem como da própria espécie humana em si, que deixou de ser nômade caçadora e se tornou sedentária, ao domesticar animais para o consumo próprio e investir na agricultura.

A busca por alimentos e especiarias também motivou a descoberta por outros continentes.

É uma área de atuação que tem ganhado espaço no mundo nos últimos anos, com grande procura de profissionais capacitados, especializados e criando novas tendências para preparar seus alimentos.

A formação e o conhecimento na área gastronômica hoje tem um mundo de portas abertas.

 

A Gastronomia como Profissão

O profissional formado em gastronomia é chamado de gastrônomo. O francês, Jean Anthelme Brillat-Savarin foi um dos primeiros a retratar a gastronomia como uma ciência ou arte, com o livro intitulado “Fisiologia do Paladar”, em 1825.

O que significa ser Chefe de Cozinha?

Ser chefe de cozinha também tem suas vantagens. Atualmente, esse profissional possui uma imagem marcante na mídia e isso é algo que desperta o interesse pelas profissões gastronômicas.

A cozinha está diariamente nos jornais, revistas, programas de TV e na internet, o que enaltece o chefe de cozinha e agrega valor ao profissional.

Além disso, ser livre para usar a criatividade durante o preparo das refeições é um estímulo. A liberdade que a cozinha oferece instiga o exercício artístico, sem contar a possibilidade diária de adquirir novos conhecimentos, como estudar a característica de cada alimento e sua aplicabilidade.

O mundo contemporâneo é marcado pela velocidade e multiplicidade, para isso precisamos contar com a colaboração de pessoas capacitadas, experientes e conhecedora de todos tipos de alimento.

Chefes de cozinha dedicados a estudar e conhecer os alimentos e o gosto das pessoas para lhe proporcionar o maior prazer na hora de se alimentar.

E encontrar a chave do coração de quem gosta de comer bem não tem preço. Esse é o verdadeiro retorno para quem se interessa pela área. Nesses casos, o chefe tem nas mãos o poder de encantar e de mexer com os sentimentos das pessoas por meio da apresentação dos pratos e do sabor obtido com a mistura certa de ingredientes.

Ser chefe é – além de o responsável pela apresentação, sabor e qualidade dos alimentos – também o encarregado de cuidar de aspectos como planejamentos de cardápios, compra de ingredientes, cuidado com a conservação dos alimentos, limpeza do espaço de preparação das refeições, finanças e até mesmo contratação de ajudantes.

Em um currículo de um Chefe de Cozinha, as atividades que se destacam são: panificação, confeitaria, preparação de comida vegetariana, internacional, e também regional. O profissional pode se especializar em diversas áreas, de acordo com as suas habilidades, aptidões ou aspirações pessoais.

Independente da área de atuação, a profissão de chefe de cozinha está em voga, desde que a humanidade percebeu que a culinária não serve apenas para nutrir as necessidades do corpo, mas é uma forma de prazer  que se dá pela experimentação de sabores distintos, além de ser uma forma única de conhecer os hábitos e cultura de um povo.

 

Você sabia, Chefe?

Um chefe de cozinha pode também cuidar dos próprios produtos para criação de seus pratos inusitados e surpreendente para maior satisfação das pessoas.

Esses profissionais podem conforme suas especializações atuarem em: Hotéis, Restaurantes, Hospitais, Embarcação, Creche, Industrias, Resorts, Forças Armadas entre outras.

O chefe de cozinha tem também sob sua responsabilidade uma equipe hierárquica para o exercício de suas atividades, orientando e capacitando-os para melhor execução do trabalho de cada um em sua área.

 

Qual é o lugar certo para eu me tornar chefe?

Para se tornar um chefe de cozinha você deve procurar uma escola que lhe proporcione amplas opções profissionais num mesmo lugar, facilitando seu aprendizado e economizando tempo.

-Tem que possuir um bom e amplo espaço para as aulas teóricas e práticas.

-Possuir professores capacitados em todas as áreas de ensino.

-Fornecer todo material e equipamento para as aulas práticas e material didático

-Disponibilidade de horários.

Se você ficou interessado, venha nos fazer uma visita e conhecer mais sobre esse mundo maravilhoso que é a gastronomia.

Para isso você pode contar com a Seduc Intec e seus 21 anos de experiência. São nove unidades preparadas para te transformar em um verdadeiro Chefe de Cozinha. Procure a mais próxima de você!

Mais da Categoria

Ver todas